segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Memórias

Olho pela janela, coberta pelas gotas da chuva. Sinto me melancólica como o dia lá fora.
O meu pensamento vagueia pelos recantos mais escondidos da minha mente. Lembranças, que há muito não me apareciam, decidiram ser relembradas.
Coloco os phones nos ouvidos e deito-me na cama. Ouço as musicas, umas atrás das outras, e é como se todas elas descrevessem as várias partes da minha vida.
Sinto-me meia apática.
Vou-me perguntando se sinto falta de todos os momentos das minhas memórias. Alguma talvez, mas também me apercebo que não mudaria a minha vida agora.
E enquanto deitada olho para o tecto do meu quarto, e me vou deixando levar pela suavidade das melodias, os meus olhos vão se fechando, as imagens das minhas recordações vão se esbatendo, e é como se agora existisse só eu, naquela cama debaixo daquele tecto, abrigada por aquela janela onde a chuva cai incessantemente. Eu isolada de tudo o resto. Eu caída no meu sono profundo. Eu simplesmente no agora, na minha vida, a qual não mudaria.
Eu, só eu.

4 comentários:

- Silvia ♔ disse...

- como sempre, adorei o post +.+

danó disse...

invade sempre que quiseres, que eu farei o mesmo *.*

danó disse...

beijinhos :)

Miiki <3* disse...

:D Invade mais vezes xD
Só invadiste o blog errado, raramente escrevo no lighthouse :$
Obrigada